últimas notícias

Manchester United tropeça, Arsenal atropela Leeds e mais: o resumão do domingo de Premier League 🦁


Jogadores dos Gunners celebrando gol contra o Leeds — Foto: Getty Images

Manchester United tropeça, Arsenal atropela Leeds e mais: o resumão do domingo de Premier League 🦁


Por ZonaMista.net, em Inglaterra

14/02/2021 17h5

 

Após um sábado (13) extremamente animado e com direito a clássico entre Manchester City x Tottenham, o ZonaMista.net agora te traz todas as emoções da 'domingueira' de futebol inglês.


Não se esqueça de voltar nesta segunda-feira (15). Mais uma vez, você terá nossa cobertura completa dos jogos do dia.


Vamos juntos... mais uma vez!



  • Dica: Está gostando do site e acessando pelo computador? Que tal receber notificações toda vez que uma nova matéria for postada? Fique por dentro de tudo o que rola no esporte, clicando no sininho no canto inferior direito da sua tela! 🔔👉



Com hat-trick de Auba, Arsenal atropela o Leeds United e sonha com vaga à Liga Europa

 
Aubameyang, atacante dos Gunners, após um dos três tentos marcados neste domingo — Foto: Getty Images

Outro time do Big 6 a entrar em campo neste domingo, o Arsenal recebeu o Leeds United no Emirates Stadium. A promessa era de um grande jogo, com duas equipes de DNA ofensivo e que lutavam pela 10ª colocação. Porém, a principal diferença entre os dois times se fez valer hoje: a defesa. No confronto entre a segunda melhor e a segunda pior zagas da Premier League, melhor para o Arsenal, que venceu por 4 a 2, com direito a hat-trick de Aubameyang. Acesse a tabela da Premier League completa e atualizada, clicando aqui!


Após os 10 minutos iniciais, já era de se esperar que o gol não demoraria a sair. E não teve erro. Logo aos 13', Aubameyang abriu a contagem para os Gunners, após uma bela jogada, pedalando e balançando pra frente do zagueiro, desmontando a zaga adversária e estufando as redes. Este gol foi o começo do massacre para o time da casa, que continuou com o domínio do primeiro tempo, sofrendo alguns sustos, mas com uma atuação segura. Aos 41', os Gunners pressionaram a saída do goleiro Meslier, que se atrapalhou, foi desarmado por Saka e acabou cometendo pênalti. Na cobrança, Aubameyang não perdoou e converteu. Foi seu gol de número 200 em ligas europeias. Ainda teve tempo de sair mais um gol, dessa vez do lateral Bellerín, em uma jogada em que o Arsenal trocou passes dentro da área do Leeds, até Dani Ceballos enfiar para o defensor, que completou para o gol.


Marcelo Bielsa começou o segundo tempo com duas mudanças no seu plantel: Klich e Harisson saíram para a entrada de Roberts e Costa. Mesmo com as mudanças, quem chegou ao próximo gol foi o Arsenal e novamente com Aubameyang, que chegou a um hat-trick pela primeira vez desde que começou a jogar na Premier League. O Leeds até esboçou uma reação: Strujik completou de cabeça, depois de um escanteio pela esquerda. O gol entusiasmou a equipe, que mesmo estando longe no placar, não deixou de buscar o tento. Continuando com a pressão, o time visitante trocou passes rápidos até Tyler Roberts cruzar rasteiro para Costa, que, calmamente, tirou do goleiro, diminuindo ainda mais a vantagem. A reação, porém, parou por aí. O Leeds não foi páreo para o Arsenal, que fechou o confronto com um sonoro 4 a 2, se recuperando da derrota na rodada passada para o Aston Villa.


Nos próximos dias, o Leeds segue para mais um duelo fora de casa, contra o Wolverhampton, na sexta (19), pelo nacional. Já o Arsenal, que não veio com força máxima hoje, enfrentará o Benfica pela Europa League na quinta-feira (18) e em seguida volta a jogar pela Premier League, num duelo contra o líder Manchester City. /Por Rafael Miera



United não sai do empate com o West Brom, vê o City disparar na liderança e se complica na luta pelo título

 
Maguire e, ao fundo, jogadores do West Brom em festa, seguindo gol — Foto: Getty Images

Esta partida certamente se juntará àquelas duras para o torcedor assistir. Os Diabos Vermelhos de Solskjaer mais uma vez não foram bem e só empataram com o 19º colocado em 1 a 1. O pontinho somado de pouco adianta para o United no que se refere à briga pelo título. O City, que venceu o Tottenham no sábado (13), possui 53 pontos, sete a mais que os rivais vermelhos. Vale lembrar que os citizens ainda possuem um jogo a menos. Do outro lado, o West Brom segue na luta para sair do Z3, com 13 pontos no penúltimo lugar. Acesse a tabela da Premier League completa e atualizada, clicando aqui!


Foi um começo de jogo movimentado no The Hawthorns. O West Brom entrou em campo chutando o balde a abrindo o placar logo aos 2 minutos. Gallagher realizou lindo cruzamento vindo da direita e Diagne subiu mais que Lindelöf e cabeceou, tirando de De Gea. E a resposta do United não foi das melhores. O time apresentou mais uma vez um ensaio muito fraco no setor de criação e demorou a incomodar a pior defesa do Campeonato Inglês. Mas quando o fez, foi fatal. Aos 44 minutos, Shaw fez cruzamento e Bruno Fernandes acertou um voleio fenomenal, mirando o ângulo de Johnstone e encerrando praticamente a etapa inicial.


No segundo tempo, os Red Devils melhoraram bastante no setor ofensivo, mas a zaga seguiu testando o coração do torcedor. O momento simbólico foi uma bola perdida por Maguire na entrada da área própria. Diagne, que já havia marcado um, desarmou o capitão da Seleção Inglesa e testou De Gea, cara a cara. Mas o atacante bateu mal e em cima do goleiro espanhol, que defendeu em dois tempos para, enfim, poder respirar. Do outro lado, a pior defesa da competição vinha mais sólida, sem sofrer grandes sustos. O United até tinha liberdade para adentrar o último terço do campo, mas sem muita velocidade e ímpeto. No fim, Maguire ainda acertou a trave, de cabeça. Mas faltavam lances agudos. E, no fim, o gol da vitória.


Na quinta-feira, o Manchester United faz sua estreia na Liga Europa, após ser eliminado na fase de grupos da Champions League. Os Red Devils enfrentarão a Real Sociedad, pelo confronto de ida das oitavas de final. A partida será disputada no Juventus Stadium, em Turim, em função de medidas contra a Covid-19. O West Brom terá a semana cheia e só tem compromisso no sábado (20), quando visita Burnley no Turf Moor. /Por Valentin Furlan



Everton vai mal e perde para o Fulham no Goodison Park pela primeira vez depois de 73 anos

 
Maja marcando um dos gols do triunfo fora de casa, contra os Toffees — Foto: Getty Images

Everton e Fulham entraram em campo e o improvável aconteceu. O Fulham conquistou sua terceira vitória na competição, dominando os mandantes, e conseguindo um grande triunfo por 2 a 0. A equipe londrina ganha fôlego na briga contra o rebaixamento e empolga seus torcedores com o desempenho obtido na rodada. Acesse a tabela da Premier League completa e atualizada, clicando aqui!


Apesar de jogar em casa, o Everton encontrou muitas dificuldades na criação das jogadas. Por outro lado, o Fulham, vivendo má fase, subia suas linhas ofensivas e pressionava os mandantes. Aos 20 minutos, em chute de fora da área, Reed bateu com muito perigo e por pouco não inaugurou o marcador no Goodison Park. Pouco depois, aos 25 minutos, Lookman tabelou com Cordova-Reid, invadiu a área e finalizou, tirando tinta da trave. Mas a melhor chance Everton só viria aos 34 minutos, quando Coleman carimbou a trave. Mesmo assim, o jogo foi pouco movimentado e terminou zerado.


O segundo tempo começou da mesma forma que terminou o primeiro: com pressão da equipe londrina. E logo aos 3 minutos o placar foi aberto. Maja, em finalização de perna direita, deixou os visitantes à frente, iniciando a surpreendente vitória fora de casa. A equipe do Everton seguia irreconhecível e, aos 19', Maja novamente testou de fora da área e duplicou a vantagem, encerrando qualquer processo de recuperação dos Toffees.


Na quarta-feira (17), o Everton enfrenta o Manchester City, por jogo atrasado da 16ª rodada, enquanto o Fulham enfrenta o Burnley. A partida será jogada também na quarta, mas pela 17ª rodada. /Por Gustavo Maia



Wolverhampton tem recuperação sensacional, vira sobre o Southampton fora de casa e espanta a crise

 
Pedro Neto comemorando gol da vitória contra o Southampton — Foto: Getty Images

Que os Wolves estavam em uma draga danada você já sabia. O que possivelmente você não imaginava era que o time iria virar para cima do Southampton, equipe que o eliminou da Copa da Inglaterra neste meio de semana, depois de um primeiro tempo miserável. A vitória por 2 a1 levou o time de Nuno Espírito Santo para a 12ª posição, ultrapassando, assim, o próprio Southampton, que agora é o 13º. As equipes possuem, respectivamente, 30 e 29 pontos. Acesse a tabela da Premier League completa e atualizada, clicando aqui!


Como dito na introdução, os 45 minutos iniciais eram dignos de "pobre, Wolverhampton". O time tomou um baile dos Saints e os jgoadores foram totalmente envolvidos na primeira etapa. Ainda, o gol de Ings, aos 24 minutos, surpreendeu um total de 0 (zero) pessoas. O atacante recebeu sobra de bola seguindo arrancada de Armstrong e acertou um voleio espetacular para abrir o contador em casa. Os visitantes só tiveram uma chance com William José no fim da etapa, mas que acabou desperdiçando. Faça-se justiça: os Wolves não estavam mortos. Estavam tirando uma sonequinha. Fim de primeiro tempo em 1 a 0.


'PÉÉÉÉE!'. Isso, senhoras e senhoras, é Nuno Espírito Santo acordando sua equipe para a etapa final. E como acordaram! Para a surpresa da nação (incluindo as zero pessoas citadas no parágrafo anterior), os Wolves voltaram mais ligados. Usavam as pontas, com chegadas em velocidade, e assistiam Rúben Neves e João Moutinho também muito acionados no segundo terço do campo. Assim, chegaram ao empate de pênalti, após toque de mão de Bertrand dentro da área grande. Na cobrança, Neves deslocou o goleiro McCarthy e balançou as redes. E depois, aos 21 minutos, Pedro Neto deslocou Vestergaard, em lance plástico, e mandou um balaço cheio de curvas na gaveta do goleirão dos Saints, virando o jogo e sacramentando a virada.


Na próxima rodada, o Wolverhampton encara o Leeds United, na sexta-feira (19). No dia seguinte, teremos Chelsea x Southampton, no Stamford Bridge. /Por Valentin Furlan



Ainda hoje

 
  • Arsenal x Leeds United - 13h30;

  • Everton x Fulham - 16h.


Horários de Brasília. Todos as partidas terão cobertura do ZonaMista.net.

1 comentário