top of page

VEJA TAMBÉM

Mais uma vitória de Max Verstappen: confira tudo que rolou no GP da Holanda!

Atualizado: 9 de set. de 2022



Torcida holandesa comemora vitória de Max Verstappen em casa - Foto: Reprodução / Twitter / Fórmula 1

Por Ana Beatriz Zamai – 4 de setembro


O atual campeão mundial Max Verstappen (Red Bull) teve uma largada tranquila no Grande Prêmio da Holanda, sua casa. Os demais pilotos também tiveram um bom começo, se mantendo na posição, menos Kevin Magnussen (Haas), que perdeu o controle do carro por alguns segundos e quando se recuperou, parou na última posição.

Na 10ª volta Fernando Alonso (Alpine) ultrapassou um dos possíveis substitutos para seu assento na equipe francesa para a próxima temporada: Pierre Gasly (Alpha Tauri).


Cinco voltas depois, houve uma confusão no pit stop: Carlos Sainz (Ferrari) foi para a troca de pneus e um de seus pneus não estava lá! Além disso, Sergio Perez (Red Bull) passou por cima de uma pistola que auxilia no pit stop. Como consequência disso tudo, Sainz saiu de terceiro lugar para décimo primeiro.


Atraso na troca de pneus de Carlos Sainz gerou prejuízo - Foto: Reprodução / Twitter / Fórmula 1

Lewis Hamilton e George Russell (Mercedes) assumiram a primeira e segunda posição, fazendo uma dobradinha da Mercedes quando Max fez sua troca de pneus. Porém, quando o uso da asa móvel foi liberado, o holandês ultrapassou o britânico e assumiu a segunda posição.


Com a troca de pneus dos dois carros da Mercedes, Verstappen assumiu novamente a liderança da prova, com Charles Leclerc (Ferrari) em segundo e, em meio a uma disputa de terceiro lugar envolvendo até Sebastian Vettel (Aston Martin), Hamilton em terceiro e Perez em quarto. O mexicano perdeu posição da mesma forma e na mesma curva para Russell, na volta 40.


Seis voltas depois, Yuki Tsunoda (Alpha Tauri)passou por uma série de fatores que o fizeram parar e largar a corrida: primeiro parou e comunicou no rádio que seus pneus estavam soltos, mas voltou para a corrida. Depois, na mesma volta, foi ao pit stop e tentaram arrumar seu cinto de segurança. Por fim, comunicou no rádio que tinha um problema na traseira do carro, e ai sim parou de vez e gerou um safety car.


Faltando 16 voltas para o fim, Valtteri Bottas (Alfa Romeo) abandonou a prova e ainda gerou mais um safety car, fazendo com que grande maioria dos pilotos fossem para a troca de pneus. Carlos Sainz fez duas confusões nesse tempo: primeiro ultrapassou Alonso quando não deveria, já que a bandeira amarela já tinha sido levantada, e depois na saída do apertado pit lane, quase bateu no Alonso.


Max Verstappen assumiu a liderança da prova pra cima de Hamilton assim que a pista foi liberada. Hamilton também foi ultrapassado por seu companheiro de equipe, George Russell, e por muito pouco não colidiram. Lewis reclamou muito no rádio sobre a estratégia de pneus escolhida pela equipe, que foi com pneus médios, e nesse tempo, foi ultrapassado novamente, dessa vez por Leclerc.


Verstappen ultrapassando Hamilton depois da relargada - Foto: Reprodução / Twitter / Fórmula 1


Em casa, Verstappen vence a prova e ainda conquista um pontinho a mais pela volta mais rápida. Russell e Leclerc completa o pódio. Hamilton, Perez, Alonso, Lando Norris (McLaren), Sainz, Esteban Ocon (Alpine), Lance Stroll (Aston Martin) foram os demais pilotos a conquistar ponto. Gasly, Alex Albon (Williams), Mick Schumacher (Haas), Vettel, Kevin Magnussen (Haas), Zhou (Alfa Tauri), Daniel Ricciardo (McLaren), Nicholas Latifi (Williams) foram os pilotos a terminar a prova.


Commenti


bottom of page