últimas notícias

GP da Arábia Saudita: Leclerc voa no fim e lidera 1° Treino Livre movimentado



Charles Leclerc foi o mais veloz na primeira sessão de treinos em Jeddah — Foto: Reprodução / Twitter / Scuderia Ferrari

Por Enrico Novais e Valentin Furlan – 25 de março

Dando sequência à temporada 2022 da Fórmula 1, o grid iniciou os trabalhos na segunda etapa do ano, na Arábia Saudita. E foi Charles Leclerc e sua Ferrari que anotaram o melhor tempo da primeira sessão de treinos do final de semana, com tempo de 1m30s772 conquistado na reta final da sessão.

+ Perdeu algo do GP do Bahrein? Veja a história da corrida, clicando aqui!

Max Verstappen, da Red Bull, e Valtteri Bottas, da Alfa Romeo, vieram atrás. O holandês foi um décimo mais lento, enquanto o finlandês ficou pouco mais de três décimos atrás. As Mercedes de Lewis Hamilton e George Russell, por outro lado, não passaram das sétima e 14ª posições, respectivamente.

Abaixo, veja a história completa do treino.

Resultados

Acompanhe os tempos de volta do TL1 na Arábia Saudita — Foto: F1

Não desta vez!

Valtteri Bottas, Max Verstappen passaram reto na última curva, mas conseguiram segurar o carro com muita tranquilidade e evitar uma batida. Pouco depois, Esteban Ocon e Pierre Gasly também se perderam no local, onde Verstappen acabou batendo na parede no Treino Classificatório do ano passado, durante volta no Q3 que o renderia a pole position.. Para este ano, a área de escape ficou um pouco maior.


Luz de alerta

Ainda no início da sessão, Kevin Magnussen e sua Haas foram obrigados a voltar aos boxes sem trocar marchas por conta de problemas no câmbio. O alemão ficou pouco mais de cinco minutos na pista. Posteriormente, foi informado que o número 5 teve um vazamento hidráulico em seu VF22 e poderá precisar de um novo radiador. Seu companheiro, Mick Schumacher, foi o mais lento dentre os que não abandonaram o treino.

Dá-lhe Ferrari!

Após um treino quase totalmente dominado pelos quatro carros com motores Red Bull, nos minutos finais os carros da Ferrari e de suas equipes clientes marcaram excelentes tempos e entraram nas primeiras posições. Leclerc subiu para primeiro com pouco mais de um minuto para o fim, enquanto Bottas marcou o terceiro melhor tempo. Carlos Sainz, companheiro de Leclerc, foi o quarto.

Teve bandeira vermelha!

Chegando ao segundo terço da sessão, Lando Norris acabou se chocando contra a placa de 50 metros da primeira curva, que se soltou da parede e foi parar à beira do asfalto. O piloto da McLaren não danificou a pista, muito menos seu MCL36, mas causou o acionamento de uma bandeira vermelha para que a área pudesse ser limpa. A ação durou cerca de nove minutos.


Problemática segue

Após o reinício da prova, os carros da Mercedes foram vistos “quicando” novamente, como estavam na primeira etapa do ano e nos testes de pré temporada. A principal hipótese é de que no começo da sessão, os carros estavam mais altos, com objetivo justamente de diminuir esse efeito, mas abrindo mão da aerodinâmica do carro.

"Ainda estou quicando bastante", disse Hamilton pelo rádio, logo após a primeira meia-hora.
Lewis Hamilton (à frente) é seguido por Sergio Pérez (atrás) durante primeira sessão de treinos em Jeddah — Foto: Reprodução / Twitter / Mercedes AMG F1

Vida nova para a McLaren?

As duas McLarens de Daniel Ricciardo e Norris aparentam ter um ritmo melhor neste fim de semana em relação aos dias no Bahrein. Os pilotos terminaram em 11° e 13°, respectivamente, mas ainda longe de onde a equipe que terminou na quarta posição no campeonato de construtores de 2021 planejava estar neste início da temporada. Os pilotos, contudo, não mostraram muito otimismo às vésperas do Grande Prêmio.