últimas notícias

Binotto elogia "espírito de equipe" na Ferrari após Leclerc e Sainz trocarem posições na Áustria

Chefe de equipe italiano também comentou os incidentes de Leclerc com Pérez, que acabou penalizado em 10 segundos

Por Redação do ZonaMista.net — Spielberg, Áustria

07/07/2021 15h21

 

Mattia Binotto, chefe de equipe da Ferrari, não escondeu sua felicidade em conseguir conquistar 14 pontos no Grande Prêmio da Áustria. Isso se dá pela manobra de inversão de posições entre Carlos Sainz e Charles Leclerc, com o intuito de pensar na equipe acima dos resultados individuais.

Mattia Binotto, chefe de equipe da Ferrari, anda pelo paddock durante o Grande Prêmio da Áustria — Foto: Mark Thompson / Getty Images

+ Veja a história da vitória de ponta a ponta de Verstappen

Como foi a corrida para a Ferrari?

Foi boa. Assim como no GP da Estíria de uma semana antes, a escuderia italiana teve problemas durante o Treino Classificatório, evidenciado por ambos Sainz e Leclerc sendo eliminados durante o Q2, em 11° e 12° lugares, respectivamente – Carlos largou em 10° por conta de punição aplicada a Vettel –, calçando pneus médios, na tentativa de expandir suas opções de estratégia, uma vez que os pneus de largada são os mesmos utilizados na melhor volta da mini-sessão.

Na corrida, no entanto, conforme antecipado na análise de telemetria publicada pelo ZonaMista.net na sexta-feira, o ritmo de corrida da Ferrari era o 3° melhor do grid, o que levava a crer que o domingo pudesse ser melhor do que o sábado. E de fato foi. Carlos Sainz terminou em 5°, enquanto Leclerc foi o 8°.

Contudo, o grande ponto de elogio foi a troca realizada entre os companheiros de equipe, na volta 65. Leclerc, na 7ª posição, vinha com pneus duros desde a 34ª volta, enquanto Sainz tinha acabado de calçar novos compostos médios em 8°. Assim, a decisão realizada foi inverter as posições dos dois. E a chamada forneceu frutos. O espanhol pôde, ainda, ultrapassar a McLaren de Daniel Ricciardo, além de ganhar a 5ª colocação de Sergio Pérez, que havia sofrido duas punições de cinco segundos (10 s).


O que Binotto disse?

"O que eu destacaria hoje [domingo] é o espírito de equipe demonstrado por nossos pilotos, quando Charles não hesitou em abrir caminho para Carlos, que estava com pneus mais novos e rápidos", disse Binotto. "Isso nos possibilitou conquistar o melhor resultado para a equipe. É o espírito certo e é a maneira correta de seguirmos progredindo."

+ Veja a classificação completa e atualizada dos campeonatos de pilotos e construtores da Fórmula 1

Momentos após Charles Leclerc (ao fundo) e Carlos Sainz trocarem posições no segundo round na Áustria — Foto: Clive Mason - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

"Quando pedimos para Charles trocar com o Carlos no fim, ele agiu imediatamente, sem discussão. Ele entendeu a importância da equipe e o quão importante seria marcarmos tantos pontos."

O chefe de equipe também comentou sobre a atuação do monegasco, que largou com pneus médios, diferentemente do companheiro de equipe, que iniciou com os compostos mais duradouros.

"Acho que o Charles poderia ter feito melhor não tivesse tido tanta dificuldade para passar o Pérez, mas faz parte da corrida", comentou. "Eu vejo [os incidentes com o mexicano] da mesma forma que a direção de prova, ele foi penalizado."

"E é uma pena", lamentou o italiano. "Esses dois acidentes acabaram interferindo no resultado final. Tenho certeza de que ele se ele tivesse passado o Pérez, e tinha a habilidade para tanto, seu resultado final seria muito melhor."

Qual a situação da Ferrari na tabela?

A escuderia italiana segue atrás da McLaren no campeonato de construtores, a 19 pontos da terceira colocada. Charles Leclerc é o 6° colocado, enquanto Carlos Sainz fica na 7ª posição no campeonato de pilotos.

+ Veja a classificação completa e atualizada dos campeonatos de pilotos e construtores da Fórmula 1