últimas notícias

Arsenal não toma reconhecimento do Slavia Praga, goleia e está nas semis da Europa League


Elenco dos Gunners celebra segundo gol do jogo, de Lacazette — Foto: Getty Images

Por Felipe Wolp Lunardelli — Liverpool (ING)

 

O Arsenal não tomou conhecimento do Slavia Praga, atropelou e garantiu a classificação para a semifinal ainda na primeira etapa, ao marcar três gols e dominar as ações. Na segunda etapa marcou mais uma vez para sacramentar a vitória e a classificação. Pépé, Saka e Lacazette por duas vezes marcaram os quatro gols do Arsenal, que avançou após empate em 1 a 1 na ida. O time enfrenta, agora, o Villarreal de Unay Emery nas semis.

Durante a semana o treinador Mikel Arteta comentou sobre a importância do jogo e sobre o que poderia ser feito para vencê-lo. "Em jogos grandes, os grandes jogadores tem de subir um degrau e criar os momentos mágicos que precisamos", disse.

Ao contrário do que se pensava, o Arsenal cedeu a posse para seus adversários durante a primeira etapa e buscava sair em velocidade. O espectro geral da primeira etapa foi de um atropelo dos londrinos, com os jovens Smith Rowe e Saka sobrando.

Saka marcou o terceiro gol em bela jogada individual, Smith Rowe, importantíssimo na construção das jogadas, chegou a marcar um gol que foi anulado. Os outros artilheiros foram Lacazette e Nicolas Pépé, que abriu o placar para os Gunners.

O Slavia, que já havia mostrado fragilidades no jogo de ida, simplesmente não entrou em campo e ficou cerca de 10 minutos sem fazer absolutamente nada para agredir seu adversário. Ainda teve três finalizações que não tiveram direção e viram um Arsenal fatal e objetivo que finalizou cinco vezes. Dessas, quatro foram em direção ao gol e três resultaram em tentos.

Com o placar largo a frente o Arsenal voltou do vestiário com a mentalidade de apenas administrar o resultado e não se arriscar. Tanto é que recuou suas linhas, apesar de em algumas oportunidades marcar a saída de bola adversária, e teve apenas uma finalização no gol nos 20 primeiros minutos da segunda etapa. O Slavia, por sua vez, tentava criar chances e chegar ao gol londrino, no entanto, esbarrava em sua precária linha ofensiva, que pouco fazia. Apesar de terem melhorado em relação ao primeiro tempo, sempre que finalizavam a bola acabava por passar longe do gol, sem dar trabalho ao goleiro alemão Leno.

Saka celebra terceiro tento do jogo — Foto: Getty Images

Na realidade, ainda saiu o quarto gol: o francês Lacazette, após receber cruzamento rasteiro de Pépé, cortou dois marcadores de uma vez só e finalizou de canhota para ampliar o placar. Foi a primeira vez que os Gunners aproveitaram os espaços cedidos pelos tchecos na segunda etapa.

Por fim, Arteta rodou o elenco e deu tempo para alguns jogadores, com a vitória e classificação certas. Aidna teve mais uma boa chance com Martinelli, mas parou por aí. Partida segura e muita boa dos ingleses, que estão no seleto grupo de quatro melhores da competição.