últimas notícias

Análise: Sorteio da Champions reedita finais recentes e coloca favoritos em mesma chave 📊


UEFA definiu confrontos da fase final desta temporada da Liga dos Campeões — Foto: Getty Images

Análise: Sorteio da Champions reedita finais recentes e coloca favoritos em mesma chave 📊


Publicado em 19/03/2021, às 13h09

Por Gabriel Lins — Nyon (SUÍ)

 

Na manhã desta sexta (19), a UEFA realizou sorteio das quartas de finais da Liga dos Campeões em Nyom, na Suiça, que trouxe confrontos interessantes e traçou os difíceis caminhos para chegar à final do maior torneio de clubes do planeta.


Bayern, PSG e Manchester City, apontados por muitos como os principais favoritos ao título, se encontram do mesmo lado da chave e, juntamente com o Borussia Dortmund, disputam por uma vaga na final de Istambul. Já do outro lado, Real Madrid, Liverpool, Chelsea e a grande surpresa Porto disputam pela segunda vaga na decisão.


*Nota do editor: o título de cada confronto envolve as partidas de ida. Liverpool, Chelsea, PSG e Borussia Dortmund decidirão as vagas como mandantes.



Real Madrid vs Liverpool

 

Reeditando a final da Champions da temporada 2017/18 em Kiev, Real Madrid e Liverpool chegam ao confronto realizando uma temporada abaixo das expectativas. Enquanto a equipe merengue é apenas a 3ª colocada da La Liga com um desempenho bem irregular e oscilante, o Liverpool ocupa a 6ª posição da Premier League e corre seríssimos riscos de não se classificar para a Liga dos Campeões da próxima temporada.


A história que mais marca este confronto talvez seja entre Sérgio Ramos e Salah, visto que em Kiev o espanhol tirou o egípcio de campo após lesionar o ombro do camisa 11 dos Reds, o que dificultou o lado vermelho e mudou completamente o rumo da partida. Agora, Salah e o Liverpool têm a chance de dar o troco e eliminar o maior campeão da competição. É hora de demonstrar superação, após uma temporada conturbada e cheia de problemas, para chegar à semifinal.


Momento em que Sergio Ramos lutava por posse da bola com Salah; egípcio terminou jogada com séria lesão — Foto: Reuters

Pelo lado madridista, é legal destacar o quão especial é esse confronto para os jovens brasileiros Vinícius Júnior e Rodrygo. É a primeira vez de ambos nas quartas de final de uma Champions. Os dois chegam com muita vontade de brilhar, mostrar serviço para o técnico Zidane e, quem sabe, ajudar o clube a levantar sua 14ª orelhuda.


É possível apontar um duelo extremamente equilibrado. Ambas as equipes apresentam jogadores que individualmente podem decidir, apesar de apresentarem certos problemas táticos ou coletivos, que podem custar caro para qualquer um dos lados.



Porto vs Chelsea

 

Mesmo sem serem favoritos, Porto e Chelsea chegam às quartas querendo manter a boa impressão que deixaram nos duelos das oitavas de final, respectivamente, contra Juventus e Atlético de Madrid. Enquanto a equipe portuguesa depende do título para participar da próxima Liga dos Campeões, visto que no Português tem uma larga desvantagem para o líder Sporting, o Chelsea vive um momento de reconstrução na temporada após a chegada do técnico Thomas Tuchel, que iniciou muito bem o trabalho nos Blues, ainda invicto sob o comando da equipe.


Thomas Tuchel celebra classificação sobre o Atlético de Madrid com Kovacic — Foto: Getty Images

É interessante observar que as equipes apresentam zagueiros e líderes bem experientes, que se apresentam como pilares do time: Pepe, pelo lado português, teve uma atuação sensacional contra a Juventus e Thiago Silva, do Chelsea, apesar de ainda estar machucado, foi muito importante enquanto em campo e deve estar à disposição de Tuchel para a decisão.


No papel, o Chelsea é favorito por apresentar melhores peças e desempenhos sólidos, principalmente defensivos, mas o Porto, embalado pelo espírito guerreiro e com raça, que deu resultado em Turim, pode complicar bastante o jogo dos Blues se forem bem encaixados por Sérgio Conceição e podem surpreender novamente.



Bayern de Munique vs PSG

 

A reedição da final da Champions da temporada passada é a grande atração das quartas de final. Novamente favoritos ao título, Bayern e PSG chegam ao confronto querendo mostrar sua força nessa competição e vão protagonizar um verdadeiro duelo de titãs. Enquanto o Bayern se destaca pelo ótimo desempenho coletivo que impulsiona grandes individualidades da equipe, como o do artilheiro Robert Lewandowski e do seu volante completo Joshua Kimmich, o Paris Saint-Germain aposta nas características individuais e na capacidade decisiva de Neymar e Mbappé, apesar de Pochettino ainda estar procurando melhorar o time no aspecto coletivo.


A final da Champions passada ainda não foi completamente digerida pelo PSG, que vai tentar aplicar o troco para cima dos bávaros. Pochettino terá provavelmente o retorno de Neymar para o confronto, fundamental para a equipe francesa buscar a classificação: além de ser o destaque da equipe, é também o principal criador de jogadas.


Pelo lado da Baviera, é manter a escrita da final de Lisboa para continuar a busca pelo bicampeonato consecutivo. O técnico Hans Flick manteve o desempenho mortal e brilhante ofensivamente da equipe, no entanto, a equipe passou a sofrer bastante defensivamente, já que pressiona o adversário a todo o momento e acaba deixando espaços na parte de trás, podendo ser muito bem explorados por contra-ataques.


Neymar cumprimenta ex-técnico Tuchel, após derrota na final da temporada passada; brasileiro terá nova chance comandando o time parisiense — Foto: AFP

O duelo está completamente em aberto e imprevisível, muito por conta das grandes equipes que possuem e dos aspectos negativos e positivos de cada um. Independente de quem passar, as semifinais da Champions estarão muito bem representadas e tudo que se pode esperar são dois grandes espetáculos na Allianz Arena e no Parc des Princes.



Manchester City vs Borussia Dortmund

 

Em um encontro interessantes de duas equipes com características opostas, Manchester City e Borussia Dortmund se enfrentam em contextos completamente distintos na temporada. Enquanto os citizens são líderes com uma larga vantagem para o 2º colocado Manchester United no Inglês, os aurinegros se encontram na apenas na 5ª posição na Bundesliga, a dois pontos do Eintracht Frankfurt, primeiro time no top 4, zona de classificação à próxima temporada da Champions League, diretamente na fase de grupos.


Algo interessante são jogadores que apresentam relações com os dois times. Do lado inglês, Gündogan, o artilheiro da equipe na temporada, já vestiu a camisa preta e amarela e chegou à final da Champions com a equipe alemã em 2013, perdendo pro Bayern. Do lado alemão, Sancho já jogou nas categorias de base do Manchester City e irá finalmente reencontrar o clube inglês depois de quase quatro anos na Alemanha. Além disso, Haaland, nascido na Inglaterra, tem uma relação com o Manchester City por conta do seu pai, Alf-Inge Haaland, que defendeu as cores do clube quando jogador.


O City entra nas quartas de final com a tentativa de espantar o fantasma das eliminações: desde que Guardiola assumiu a equipe, nunca passou desta fase da competição europeia, mesmo em confrontos onde eram favoritos, como contra o Mônaco em 2016/17 e contra o Lyon, na temporada passada. Do outro lado, enquanto a equipe inglesa aposta no forte desempenho coletivo do time, o Borussia aposta suas fichas em seu camisa 9 para superar Guardiola. Haaland é o artilheiro da atual Champions League, com 10 tentos, e supre a carência coletiva da equipe, pois não costuma perdoar quando tem chances, mesmo que sejam poucas.


Assim, o Manchester City é favorito. Os ingleses estão em um momento melhor e bem encaixados na temporada. O adversário Dortmund terá que fazer dois jogos perfeitos para eliminar o City, cuidando para não deixar espaços, além de contar com boas atuações de Haaland e Sancho.


Treinador, durante eliminação para o Lyon, temporada passada; Guardiola tenta pela primeira vez chegar a uma semifinal com o City — Foto: Reuters

Quando serão as decisões?

 

As quartas de final vão ter início apenas daqui a três semanas, com os jogos de ida nos dias 6 e 7 de abril e, na semana seguinte, os jogos da volta, nos dias 13 e 14.


Serão jogos emocionantes com certeza e sem dúvida vai pegar fogo. A disputa para ir a Istambul começa em breve. E é imperdível. O Zona Mista seguirá com a cobertura de TODAS as partidas.