últimas notícias

👋 Adeus do ídolo: Julian Edelman anuncia aposentadoria


Julian Edelman não é mais jogador do New England Patriots — Foto: USA TODAY Sports

Na tarde desta segunda-feira, o New England Patriots anunciou o fim do contrato de Julian Edelman. O veterano wide reciever jogou 11 temporadas com os Patriots e foi um dos principais alvos do corpo de recebedores durante o período.



 

Carreira


Draftado para ser uma opção no elenco para substituir Wes Welker, Edelman rapidamente ganhou o seu espaço e começou a ser mais utilizado no esquema de Belichick. Em 2013, teve sua primeira temporada com mais de mil jardas recebidas e, desde então, o camisa 11 se tornou uma arma fundamental de Tom Brady.


Rápido e ótimo nas rotas slant, Edelman era um dos alvos de confiança do atual QB de Tampa Bay - conseguia chegar no ponto certo para conseguir a recepção e tinha a coragem de enfrentar defensores mais fortes e físicos, sem fugir do contato e sem medo de contusões.


Também foi importantíssimo no Super Bowl, contra os Seahawks, ao dar ritmo ao ataque, enquanto a Legion of Boom se preocupava com Rob Gronkowski. Teve números incríveis e recepções importantes, incluindo uma para touchdown no último período, que deu a liderança do placar para New England, que viria a ser o campeão.


Já no Super Bowl LI, contra os Falcons, a jogada mais importante e mais fantástica de sua carreira: também em uma situação definitiva da partida, dando a possibilidade de New England empatar o placar, levar o jogo para a prorrogação e conseguir mais um título ao realizar recepção após a bola tocar na perna do defensor e caprichosamente não tocar o chão.


No Super Bowl LIII, contra os Rams, as duas defesas se mostraram fortes. No primeiro passe da partida, Brady foi interceptado. O jogo aéreo estava completamente travado para as duas equipes - haja visto o placar final da partida, 13 a 3, comum em jogos com defesas mais fortes e em que o jogo aéreo não se mostra tão forte. Com o jogo terrestre sendo importantíssimo na partida, em meio a tudo isso, Edelman terminou o jogo com 141 jardas totais, com 10 recepções em 12 alvos, sendo definitivo para que os New England, constantemente, conseguisse se manter vivo nos drives. Não por acaso, o WR foi eleito o MVP daquele Super Bowl.



 

Última temporada


Edelman perdeu parte da última temporada por uma contusão no joelho, e, de acordo com Ian Rapoport, insider da NFL Network, o ídolo não foi aprovado nos exames médicos para 2021, podendo ser o motivo para o encerramento de seu contrato e carreira.



 

Como ficam os Patriots?


Com a aposentadoria, os Pats deixam para trás um dead cap de 2,6 milhões (cerca de R$ 15 mi) e libera cerca de 3,4 milhões de dólares (aproximadamente R$ 19,5 mi) no salary cap para esta temporada.


Em 2022, Edelman se tornaria agente livre.



 

Hall da Fama vem aí?


Com o possível fim de sua carreira a pergunta que fica é: Edelman é um jogador de Hall da Fama? Sua carreira nos playoffs é incontestável, com mais de 1.400 jardas em 19 jogos, além de cinco touchdowns recebidos, um corrido e quase 90 first downs conquistados. Já em temporada regular, são 6.822 jardas, com 36 touchdowns e cerca de 400 first downs.