últimas notícias

O que esperar dos Lakers para esta temporada?

Sem Kawhi, equipe investiu em peso nos free agents para reforçar o elenco


Frank Vogel já começa a temporada pressionado em Los Angeles — Foto: Yahoo! Sports

Não veio Kawhi? Tudo bem (se você, torcedor dos Lakers, ainda não digeriu a ida ao rival de cidade, está com sérios problemas). Dinheiro pros Lakers é o que não falta. Após péssima, terrível, execrável temporada, o time corre atrás do prejuízo e tenta fortalecer o elenco ainda nesta free agency (quando os atletas renovam contratos, são trocados ou simplesmente trocam de equipe). Vejamos as principais contratações até agora:



Anthony Davis


LeBron conversa com Anthony Davis durante partida pela Summer League — Foto: Ryan Young/LA Lakers

Certamente a mais badalada, até então. Entretanto, uma troca questionável: o time mandou as suas maiores promessas para New Orleans. Além de Ingram, Lonzo e Josh Hart, também três escolhas de primeira rodada do Draft. A técnica do jogador de 26 anos com a bola é inquestionável, mas talvez se livrar de três promessas de uma vez não seja a melhor maneira de se reforçar o elenco, pelo contrário, pode até trazer futuros problemas à franquia que também se vê, agora, sem suas principais escolhas no Draft. Não me entenda mal, realmente a dupla LeBron e Davis pode (e deve) funcionar, o problema se baseia no "custo" para a aquisição do atleta. Portanto, não se surpreenda caso ouça alguém dizer que os Pelicans se deram bem com a trade.



Danny Green


Danny Green será jogador dos Lakers na próxima temporada — Foto: Ernest Doroszuk/Ernest Doroszuk/Toronto Sun/Postmedia

Segundo apuração da ESPN norte-americana, o ala-armador chega e assina um contrato de US$ 30 mi por 2 anos. Ele teve na última temporada um impressionante aproveitamento de 45,5% nas bolas de três e chega para suprir as necessidades que Los Angeles tinha no perímetro. Além disso, o atleta de 32 anos foi campeão da última temporada da NBA, com Toronto, e chega on fire para esta nova temporada. Ótima contratação.



DeMarcus Cousins


Cousins em ação pelo Golden State Warriors — Foto: Troy Taormina/USA Today

Antes de qualquer coisa: é uma aposta. Apesar do baixo custo de US$ 1,5 mi por apenas uma temporada, segundo também informa a ESPN, o pivô sofreu com as lesões sobretudo na duas últimas temporadas. Mesmo assim, é um grande (literalmente) jogador e pode ter muito o que oferecer aos Lakers nesta temporada. Portanto, analisando os valores, também entra na categoria das boas contratações.



Avery Bradley


Pensando em reforço defensivo, a franquia sinalizou a contratação. Pelos 2 anos de contrato, especula-se que o jogador receberá US$ 10 mi. Mesmo depois de sair de Boston e não ter ainda mostrado o basquete que há tempos já jogou, já figurou por duas vezes a seleção defensiva da NBA e, juntamente a Green, pode dar uma boa química à esse novo time.



Em resumo: empolgação não falta ao torcedor dos Lakers. A equipe agora tem um time muito mais estruturado e, com todas essas peças funcionando bem, é óbvio que são um dos candidatos ao título desta temporada. A questão maior se vê no psicológico dos jogadores: estão muito pressionados pela péssima temporada passada, por toda a expectativa envolvida na franquia e, claro, devido à toda a movimentção no mercado dos Clippers, o que engrandece a rivalidade local entre os dois times. Vejo um LeBron com uma vontade insana de voltar a figurar uma final e de ser o protagonista da NBA, título deixado à Kawhi, à Durant (pode escolher), mas é fato que o James vem com sangue nos olhos.



Aqui na Goal, você acompanha toda a cobertura da NBA. Assine gratuitamente nossos emails para não perder nada!