últimas notícias

Negociações emperram e Vettel anuncia saída da Ferrari

Atualizado: 6 de jul. de 2020

  • Tetracampeão informou nesta manhã que não renovará na equipe italiana

  • Contrato vigente se encerra no fim do ano


Sebastian Vettel não seguirá na Ferrari em 2021 — Foto: Ricardo Moraes/Reuters

Sebastian Vettel e Ferrari comunicaram que não renovarão contrato. O acordo com o tetracampeão mundial é valido até o final desse ano.

Segundo o comunicado oficial da escuderia, a Ferrari afirma que foi uma decisão em comum acordo com o piloto.


“Esta é uma decisão em conjunto por nós e Sebastian, que ambas as partes consideram ser a melhor. Não foi uma decisão fácil de ser alcançada, dado o valor de Sebastian como piloto e pessoa.”

O alemão também se comunicou e disse que para se ter os melhores resultados é necessário que todas as partes trabalhem em perfeita harmonia. Ainda completou dizendo que a decisão não teve relação alguma com a parte financeira.

Sebastian foi quatro vezes campeão mundial entre 2010 e 2013, quando ainda corria pela Red Bull Racing. Em 2014, fez sua estreia pela equipe italiana.

Apesar de se tratar de uma grande mudança na Fórmula 1, pessoas do meio parecem não se espantar muito com a notícia. O ex-piloto Bernie Ecclestone disse em entrevista à revista britânica Autocar na semana passada que Vettel estava sendo deixado em segundo plano por conta de seu jovem companheiro Charles Leclerc.


"É algo que já vimos antes. De repente surge um garoto do nada [Charles Leclerc], ninguém nunca ouviu falar, mas ele aparece. Age e todos se apaixonam por ele na Ferrari. Estou próximo de Sebastian, mas não conversamos sobre esses assuntos. Mas suponho que ele sente que foi deixado em segundo plano", revelou.

Para Bernie, saída de Vettel tem a ver com Leclerc — Foto: XPB