últimas notícias

Lewis Hamilton: "Não podemos nos dar ao luxo de outro fim de semana como de Mônaco"


Lewis Hamilton, durante o fim de semana em Monte Carlo — Foto: Mark Thompson / Getty Images

O sete vezes campeão mundial, Lewis Hamilton, terminou o Grande Prêmio de Mônaco em um decepcionante 7° lugar. Por conseguinte, após a prova, o piloto avisou que nem ele nem a Mercedes podem se "dar ao luxo" de cometerem os mesmos erros e entregarem a mesma performance do último fim de semana.

"Ainda há um longo, longo caminho a ser percorrido", disse Hamilton na zona mista. "Nós não podemos nos dar ao luxo de outro fim de semana como Mônaco, mas estou feliz por ter terminado e conseguido alguns pontos, a volta mais rápida... Cada ponto conquistado em um fim de semana ruim como este pode servir para alguma coisa no fim, espero."

LEIA: Toto Wolff comenta "dia desastroso" em Mônaco e explica corrida de Hamilton: "Não houve erros"

"Estou feliz que a corrida terminou, foi a corrida mais longa", continuou. "Eu sigo repeteindo: não importa em qual posição você está, não é divertido correr neste circuito, não dá para ultrapassar. Claro, é ótimo vencer, mas, mesmo quando você etá vencendo e muito à frente, acaba sendo chato."

Hamilton, momentos após a largada do Grande Prêmio de Mônaco — Foto: Lars Baron / Getty Images

LEIA: Horner rasga elogios a Verstappen e garante: "Merece ser líder do campeonato"

"Tenho certeza que, para o Max [Verstappeb], foi uma tarde tranquila. Para mim, vou virar a chavinha. O fim de semana acabou. Eu provavelmente não reassistirei à corrida, devo assistir aos melhores momentos para entender onde possivelmente perdi as três posições, por exemplo, se não, focarei em alguma outra coisa. Ainda bem que tenho várias outras coisas para tentar mudar de assunto", encerrou.

Quando perguntado se esta briga com Max pelo título mundial seria a mais apertada em sua carreira, Lewis foi curto e claro.

"Não", respondeu. "Eu corro desde meus oito anos. Cada um [campeonato] é diferente do seu jeito, mas não acho que é melhor ou pior. Vai ser difícil. Eu disse para vocês no início que eles [Red Bull] possuem um carro digno de vencer campeonato e será muito difícil de vencê-los."

"Eu tenho sido franco sobre isso o ano todo. Essas corridas... Nós vencemos corridas as quais não deveríamos ter vencido, como no Bahrein, mas ainda não acabou", concluiu.

LEIA: Mazepin fala sobre corrida "intensa" em Mônaco e celebra "bom progesso" feito com a Haas