últimas notícias

Largando em 7°, Hamilton fala sobre problemas no carro: "Fim de semana bem desastroso"


Hamilton, durante sessão de treinos livres em Monte Carlo — Foto: Lars Baron / Getty Images

Após um Treino Classificatório beirando o problemático, Lewis Hamilton largará apenas na 7ª posição, em um circuito de ultrapassagens dificultadas, e fica muito distante de uma eventual vitória em Mônaco. E a situação do inglês fica ainda pior se comparada com seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, que assegurou largada na segunda fileira, na 3ª posição.

Durante toda a temporada, a Mercedes vem apresentando problemas na manutenção e no atingir da temperatura ideal dos pneus. Aliado à batida que encerrou mais cedo o Qualifying de Charles Leclerc, que impossibilitou uma última tentativa para os pilotos, estava feita a receita para o desastre de Hamilton.

LEIA: Leclerc bate no fim, mas vence Red Bull e Mercedes e fica com a pole


"É quase impossível de ultrapassar", disse Hamilton, após a sessão. "De onde nós estamos [7°], é bem isso, quando todos em velocidades iguais. Sábado é o dia, isso coloca uma vitória fora do nosso alcance, com certeza, mas espero que o mínimo seja terminarmos em 7°".

Especificamente sobre o problema da temperatura dos pneus, Hamilton disse que "não parecia tão ruim na quinta-feira", mas o descreveu como "terrível" após o Classificatório.

"Do meu ponto de vista, tive uma grande falta de aderência e isso te faz querer dirigir com mais intensidade, mas não melhora. Então, sim, difícil. Obviamente, Valtteri conseguiu tirar algum proveito, mas acho que definitivamente tivemos alguns problemas hoje"

Para a emissora alemã Ziggo, Hamilton chamou de "fim de semana bem desastroso até aqui".