últimas notícias

Jesus 'on fire' e Varane muito mal: Veja a história da classificação do Manchester City sobre o Real

  • Brasileiro foi um dos grandes nomes do confronto, com gols marcados nos dois jogos

  • City enfrentará o Lyon na próxima semana


Por Felipe Wolp Lunardelli e Valentin Furlan — Manchester, Inglaterra


Jogadores do City celebrando gol de desempate no Etihad Stadium — Foto: Goli Scarff / Pool

O Manchester City avançou às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. O time inglês repetiu o placar de 2 a 1 construído na partida de ida e fechou a classificação sobre o poderoso Real Madrid em um agregado de 4 a 2. Veja abaixo a história do jogo de volta, no Etihad Stadium!



OS 90 MINUTOS


Foi uma típica partida de equipes que já não atuavam há algum tempo. Apesar de campeão espanhol e vice-inglês, Real Madrid e Manchester City jogaram muito longe do que já mostraram nesta temporada. Prova disso são os gols: todos marcados através de erros de marcação e saída de bola. O City avança de fase, enfrenta o algoz da Juve, Lyon, e luta para seguir às semifinais da Champions e conquistar o tão sonhado título da copa, nunca conquistada pelo clube de Manchester em sua história centenária.



PRIMEIRO TEMPO


O Manchester City pressionou muito a saída de bola do Real Madrid, que, sem Sergio Ramos, viu sua linha defensiva sair jogando errado por diversas vezes. Em uma delas, Gabriel Jesus rolou a bola para Sterling abrir o placar cedo na partida. Militão bem que se esticou, mas nada pôde fazer para evitar a abertura do placar, ao ser surpreendido no contra-pé.


Mesmo após o gol, os citizens mantiveram a pressão por mais algum tempo, até que o Real Madrid povoou mais o meio-campo e conseguiu algumas finalizações perigosas para, assim, voltar à partida. O time espanhol conseguiu boa jogada pelo lado direito com Rodrygo, que cruzou precisamente para Benzema cabecear para o fundo das redes e empatar a partida.



SEGUNDO TEMPO


Mais lentos, ambos os times parecem ter sentido a parte física. Contudo, algumas mudanças tornaram a partida um pouco mais aberta movimentada. O Real pressionava e, quando retinha a bola através de contra-golpes, levava perigo. No entanto, quando tinha que construir as jogadas, apresentava problemas.


Em uma tentativa de lançamento longo por parte do City, o zagueiro Varane falhou mais uma vez ao tentar recuar a bola para Courtois. Gabriel Jesus não perdeu a chance, mandou pro fundo da rede com categoria e fechou o placar para os ingleses.



E AGORA?


O City volta a campo no sábado (15) para tentar a classificação às semis contra o Lyon, que eliminou a Juventus. A partir das quartas, todas as partidas serão realizadas em Portugal. O confronto será às 16h, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.