últimas notícias

Inter vence Cruzeiro por 1 a 0 no Mineirão e larga na frente na semifinal da Copa do Brasil

Edenílson marcou o gol da vitória; jogo ficou marcado por gritos de "burro" à Mano Menezes


Elenco e técnico Odair Hellmann saudando a torcida do Inter após vitória sobre o Cruzeiro fora de casa — Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Atualização: Mano Menezes não é mais técnico do Cruzeiro.


Não bastava eliminar o atual campeão brasileiro: o Inter largou na frente contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira (07), no Mineirão. A equipe venceu a Raposa por 1 a 0 e leva boa vantagem para Porto Alegre.



Primeiro tempo


O Cruzeiro tomou as rédeas na etapa inicial e, junto à sua torcida, deu as cartas... ou, ao menos, tentou. A Raposa não conseguiu criar boas chances e ficou muito refém do toque de bola estéril, sem ameaçar a defesa visitante. A equipe chegou a ter 70% de posse de bola, o que mostra a tamanha falta de criatividade do time caseiro. As melhores chances saíram dos pés de Sassá, girando contra a zaga, mas errando a mira. O Inter teve a melhor chance: se contentando em avançar através dos contra-ataques, a equipe sulista conseguiu boa jogada através de ótima visão de jogo de Guerrero, que encontrou Uendel na entrada d'área pelo lado esquerdo. Este tentou o cruzamento para Edenílson, no entanto, Dodô se antecipou e mandou pro mato.

Sassá e Rodrigo Moledo batalhando pela posse de bola — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Segundo tempo


Diferentemente do que vimos na primeira etapa, os últimos 45 minutos foram mais elétricos. O Cruzeiro voltou melhor, comparado ao primeiro tempo, mas quem continuava oferecendo perigo era o Inter, mas sempre parando em Fábio. Logo, só poderia ter defesa de Fábio inclusive no gol porto-alegrense: após bela cobrança de falta de Paolo Guerrero, Fábio espalmou pra dentro da grande área. A zaga cruzeirense não acreditou no lance e Edenílson acabou ficando livre e com o gol escancarado para abir a contagem, em BH.

Técnico Mano Menezes durante partida contra o Internacional — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Pressão sobre Mano


O tão conhecido namoro entre Cruzeiro e Mano parece estar ameaçado. O técnico ouviu gritos de "burro" vindos da arquibancada e até fez sinais irônicos para a torcida mineira. A situação realmente é complicada: o time foi eliminado da Libertadores, na última terça (30), para o River (acompanhe a história do jogo aqui), perdeu para o rival neste último domingo (veja a matéria completa aqui) e se encontra dentro da zona do rebaixamento no Brasileirão.



E agora?


As equipes voltam a campo no final de semana, pelo Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro visita o Avaí, enquanto o Inter recebe o Corinthians. As equipes se reencontram, pelo jogo de volta, no dia 04/07.