últimas notícias

Inglaterra e Escócia fazem clássico morno; República Tcheca encaminha vaga: a sexta de Eurocopa


Patrick Shick celebra gol no empate com a Croácia — Foto: Getty Images

Sextou! Completando a primeira semana de Euro 2020, o grande jogo do dia foi o clássico reino unidense entre Escócia e Inglaterra, em Wembley. Vamos aos jogos...

O ZonaMista.net cobre TODAS as partidas da Euro 2020. Sempre que o apito final soar, não se esqueça de retornar ao site para acompanhar toda a análise pós-jogo. Após o fim das ações, fique à vontade para ver o resumão do dia neste mesmo link.


 

Inglaterra 0 x 0 Escócia

Em cima da linha, Reece James defende finalização de Lyndon Dykes — Foto: Getty Images

No confronto mais antigo do futebol de seleções, Inglaterra e Escócia se enfrentaram em Wembley e ficaram no 0 a 0. As equipes tiveram pouca inspiração e não criaram o suficiente para alterar o marcador.

A Escócia começou um jogo um pouco mais em cima e incomodando a Inglaterra nos primeiros minutos. No enanto, aos poucos, os ingleses foram assumindo o controle e criaram a primeira chance mais clara. Aos 11 minutos, em uma cobrança de escanteio, John Stones subiu sozinho e cabeceou na trave. A Inglaterra tinha mais a bola, mas também muita dificuldade em criar jogadas e acelerar os passes, apesar de tentar com frequência, e parava na forte marcação adversária. Já a Escócia, conseguia controlar o jogo dos caseiros e conseguia jogar especialmente pela esquerda, com o apoio de Tierney e Robertson. Foi por ali, inclusive, que a Escócia chegou perigosamente. Aos 30, Tierney ultrapassou e fez um belo cruzamento para O’Donnell, que chegou batendo de primeira, exigindo uma grande defesa do goleiro Pickford. No final da etapa, a Inglaterra passou a ter menos a bola e deixava a Escócia com a posse. E, quando a tinha, era completamente improdutiva. Dessa forma, sem gols, os times foram para o vestiário.

A etapa final começou com a Inglaterra em cima, criando logo uma grande chance. Aos dois minutos, Mason Mount corta da esquerda para dentro e bate forte para uma grande defesa do Marshall. Ainda que melhor, a circulação de bola da Inglaterra e a transição ofensiva do time continuava lenta, e a Escócia, por outro lado, também não deixava de atacar, tornando a partida muito perigosa para o English Team. Aos 17, veio a grande chance da Escócia. Robertson cobrou escanteio, há um desvio de cabeça e a bola sobra para Dykes, que bate para o gol e Reece James tira em cima da linha (foto). Após o susto, com pouca intensidade, a Inglaterra ainda deixava a Escócia muito confortável para sair pro jogo, de forma muito mais objetiva, ainda que sem chances muito claras. E como a Inglaterra continuava com extremas dificuldades para criar, o placar do jogo não saiu do 0 a 0.

Philips (à direita) e Armstrong (à esquerda) disputam bola durante 2ª etapa de Inglaterra 0 x 0 Escócia — Foto: Getty Images

As equipes entram em campo ao mesmo tempo na última rodada. Na terça-feira (22), às 16h, a Inglaterra encara a República Tcheca em Wembley. Já a Escócia, joga em Glasgow contra a Croácia. / Gabriel Lins

Classificação do grupo D da Euro 2020 — Foto: Zona Mista



 

Croácia 1 x 1 República Tcheca

Gols: Croácia - Perisic 47' | República Tcheca - Schick (PÊN) 37'

Momento em que Perisic empatava o jogo em Glasgow — Foto: Getty Images

Seguindo com a sexta-feira internacional, Croácia e República Tcheca se enfrentaram no Hampden Park, em Glasgow, na Escócia, e empataram em 1 a 1, resultado que complicou a vida dos croatas na competição.

A primeira etapa da partida foi bastante disputada e de marcação forte de ambas as equipes. Tanto os croatas quanto os tchecos buscavam os ataques através das faixas laterais, mas encontravam dificuldades em avançar o para o último terço do campo. De maneira geral, a equipe que conseguiu quebrar as linhas mais vezes foi quem saiu à frente do placar. A República Tcheca chegou a finalizar e pisar na área adversaria em quatro oportunidades, nenhuma com grande efetividade. No entanto, o artilheiro Shick sofreu penalidade, ao levar cotovelada dentro da área de Lovren. Ele mesmo bateu e marcou, colocando, assim, sua seleção na liderança provisória do placar e do grupo. Placar justo até ali, a equipe que foi melhor, desceu aos vestiários com a vitória parcial.

Na volta do vestiário, sabendo que precisava de um resultado positivo no jogo, os croatas se impuseram logo no reinicio e conseguiram o empate com o ponta Perisic, que, após cobrança de falta rápida, finalizou com maestria e estufou as redes, de fora da grande área. Assim, o jogo voltou mais veloz e com ambas as equipes buscando mais o ataque, muito por conta da mudança de postura da Croácia. E o ímpeto foi se mantendo até o apito final, com a Croácia muito interessada nos três pontos, uma vez que foi derrotada na estreia. Apesar disso, faltou pôr o pé na forma, já que não causou grandes sustos na equipe tcheca e assistiu aos jogadores adversários celebrando o resultado, que deve colocá-los nas oitavas.

Com o empate, a República Tcheca chega a quatro pontos, assume a liderança parcial do grupo D e coloca um pé nas fases finais da Eurocopa. A seleção enfrentará a Inglaterra, na última rodada da fase de grupos, na próxima terça (22), às 16h. Já os croatas, marcam seu primeiro ponto na competição, em situação complicada, porém, se mantém vivos na e fazem jogo de vida ou morte contra a Escócia no mesmo dia e horário (veja classificação do grupo D em Inglaterra 0 x 0 Escócia). / Felipe Wolp Lunardelli



 

Suécia 1 x 0 Eslováquia

Gol: Forsberg (PÊN) 77'

Forsberg, após marcar o gol da vitória da Suécia contra a Eslováquia — Foto: Getty Images

Como primeiro jogo do dia, a Suécia enfrentou a Eslováquia em São Petersburgo, no St. Petersburg Stadium e venceu pelo placar de 1 a 0, em partida trucanda que abriu a 2ª rodada do Grupo E.

Foi uma etapa inicial de poucas chances de gol. Ambas as equipes vieram montadas em esquemas visando a sair jogando em alta velocidade, sem arriscar muito o jogo. Assim, o primeiro tempo se dividiu em metade da Suécia e metade da Eslováquia, fazendo manifestar o claro equilíbro entre os adversários. Ofensivamente, já que pelo chão não dava, restou arriscar pelo alto: as seleções foram impetuosas em bolas aéreas e tentaram arriscar assim. Sem nenhuma grande chance, no entanto, o jogo foi para o intervalo zerado.

O jogo recomeça sob as mesmas características do primeiro tempo, mas, conforme o tempo passa, fomos vendo uma Suécia um pouco mais perigosa. Na primeira chance, quase um golaço. Isak domina na intermediária, faz linda jogada para escapar de marcação tripla e finaliza cruzado para boa defesa de Dúbravka. Pouquíssimo tempo depois, aos 31 minutos, finalmente o gol do jogo: Quaison recebe bom passe de Isak e tenta driblar o goleiro, que comete o pênalti. Após o árbitro mostrar o cartão amarelo ao defensor, Forsberg bate bem, colocado no canto esquerdo, e abre o placar na Rússia. E, mesmo atrás do placar, a Eslováquia seguia estéril, sem incomodar Olssen, que terminou a partida com o uniforme limpo. Um jogo até certo ponto equilibrado, mas que premiou a seleção mais agressiva da segunda etapa.

Forsberg (à esquerda) e Quaison (à direita), após abertura do placar no St. Petersburg Stadium, durante vitória sueca sobre a Eslováquia — Foto: Getty Images

Na próxima quarta-feira (23), as seleções voltam a campo: a Suécia encara a Polônia de Robert Lewandowski, enquanto a Eslováquia joga a vida pela vida contra a Espanha. Ambas as partidas serão às 13h. Antes disso, vale lembrar que Espanha e Polônia entram em campo amanhã, sábado (19), fechando a 2ª rodada do Grupo E. / Valentin Furlan

Classificação do grupo E da Euro 2020 — Foto: Zona Mista



 

Amanhã

  • Hungria x França, às 10h - Grupo F

  • Portugal x Alemanha, às 13h - Grupo F

  • Espanha x Polônia, às 16h - Grupo E

Todos os jogos terão cobertura do ZonaMista.net.

(Horários de Brasília).