últimas notícias

Grandes jogadores que podem vir para a Premier League ainda neste mês


Hora da verdade: apostas para a última semana da janela de transferências — Foto: ZonaMista.net

Grandes jogadores que podem vir para a Premier League ainda neste mês


 

Por Valentin Furlan, em Inglaterra

23/01/2021 — 09h55


Senhoras e senhores, estamos em meio à janela de transferências de inverno (no hemisfério norte) - que se encerra na próxima semana - e o chamado Transfer Talk é sempre inevitável. Jogadores vêm e vão, mas nem sempre o que é reportado se concretiza. Mesmo assim, é fato que alguns dos grandes jogadores do futebol mundial sempre se aproximam das maiores ligas de futebol do planeta e com o Campeonato Inglês não é diferente.


Por isso, com base em lista produzida pelo portal The Football Faith, veja quatro jogadores que ainda podem se mudar para a Premier League neste mês de janeiro e vestir a camisa do seu clube.



 

Isco (Real Madrid)


Isco é um jogador que sempre tem sido relacionado a equipes do Big Six. Isso se intensificou ainda mais nesta janela, já que o Real vive situação problemática em Madri e o meia não tem recebido muito retorno do treinador Zinédine Zidane, tendo sido titular em apenas três partidas e participado de somente 372 minutos até agora na temporada.


Assim, os rumores o pondo em clubes como Arsenal, Tottenham e Everton realmente fazem sentido, já que, com exceção do último, essas equipes têm demonstrado inconsistência no segundo terço do gramado.


Com poucos minutos no gramado, Isco pode ter futuro na Inglaterra — Foto: Getty Images

O grande poderio em finalizações de fora da área e a habilidade com a bola no pé despertaram interesse de clubes ao redor de todo o planeta, mas esse período já parece deixado para trás com a recente falta de oportunidades no Madrid. Além disso, vale ressaltar a saída de Martin Odegaard para o Arsenal - veja a matéria, clicando aqui -, que pode simbolizar novas oportunidades para o espanhol no time titular. Mesmo assim, vale ficar de olho no futuro próximo.



 

Diego Costa (sem clube)


Quem não se lembra de Diego atuando pelo Chelsea de Antonio Conte? Bom, esses tempos já parecem estar no passado (e obviamente estão), mas nunca é tarde para se reviver um grande amor!


O espanhol tem sido recorrentemente cotado nos Blues, além dos rumores passando pelo Wolverhamtpon. Contudo, a recente contratação do clube comandado por Nuno Espírito Santo de William José deve pôr um ponto final nessa possibilidade - clique aqui e acesse todas as informações!


Portanto, resta o Chelsea.


Diego teve ótimas três temporadas com a camisa azul. Jogando pelo clube de Stamford Bridge colecionou incríveis 52 gols em 89 partidas, com direito a (apenas) duas taças de Premier League. Mesmo depois de rescindir contrato com o Atlético de Madrid por não apresentar uma sequência tão boa quanto esperado, pode ser uma grande aposta para os Blues, que não têm tido contato com gols de Timo Werner nas últimas semanas.


Atacante segura taça da Premier League, ainda quando com a camisa do Chelsea — Foto: Telegraf / EPA

 

Douglas Costa (Juventus)


Mais um jogador vinculado a times do alto escalão inglês. O retorno ao Bayern de Munique não fez bem ao brasileiro. Apesar de ter sido posto de escanteio na Juventus, o empréstimo ao time bávaro não tem saído como se esperava e o jogador nada mais é do que sombra para Serge Gnabry, Kingsley Comán e o recém-contratado Leroy Sané. Na última temporada, fez apenas três jogos como titular pelos campeões da Alemanha.


Douglas Costa, durante sessão de treinamentos pela Juventus — Foto: Getty Images

O que se especula na Europa é que o brasileiro tem sido oferecido a clubes do mundo todo, incluindo da Premier League. Manchester United e Wolves podem ter sido alguns deles. Dessa forma, até mesmo outro empréstimo pode ser uma saída viável para Douglas apresentar o bom futebol que lhe rendeu diversas convocações à Seleção Brasileira, sobretudo sobre o comando do técnico Tite.


E vamos combinar: um currículo de 10 títulos vencidos em passagens por grandes clubes do cenário europeu não é nada mal. Nada mal, mesmo.


Ou seja, mercado pode - e deve - existir. O que pode ocasionar problemas é o valor de transferência, mas a Velha Senhora não deve fazer muita questão em liberar o ponta por empréstimo.



 

Matheus Cunha (Hertha Berlin)


Matheus Cunha certamente é o jogador que vive melhor momento dentre todos os citados até aqui. O que muitos afirmaram ter sido uma "descida de nível" quando se transferiu do RB Leipzig para o Hertha Berlin no início de 2020 se provou um grande trunfo. O brasileiro foi um dos melhores jogadores do time de Berlim na temporada passada sobretudo no pós-"corona-pausa".


Mais, além de grande qualidade em chutes de média distância, Cunha também se mostrou incrível no mano-a-mano. Ele foi o terceiro jogador com mais dribles bem-sucedidos por partida na última temporada da Bundesliga, com média de 3,6.


Resultado: suas apresentações no gramado têm chamado atenção não apenas no âmbito internacional - Internazionale de Milão é uma das cotadas a realizar investidas -, mas também dentro do cenário nacional, tendo sido chamado para a nossa seleção principal em outubro. A fase boa reflete nos números - marcou seis gols e anotou duas assistências, em um período de 14 jogos pela Bundesliga.


Matheus celebrando tento marcado pelo Hertha Berlin — Foto: Getty Images