últimas notícias

GP de Portugal: Verstappen é o mais rápido e aquece a disputa pela pole no 3° Treino Livre


Max Verstappen superou as Mercedes de Hamilton e Bottas e foi o mais rápido do TL3 — Foto: Motorsport

Por Saulo Bastos, redato

Portimão, Portugal

 

O dia amanheceu com céu limpo no Autódromo Internacional do Algarve, em Portugal. As atividades do sábado da 3ª etapa do Mundial de Fórmula 1 iniciaram com o 3º Treino Livre, que antecede o Qualifyling que definirá o grid de largada para o GP de amanhã.

O circuito de Portimão recebe a categoria pela segunda vez, somente após seis meses do GP de 2020. Vale lembrar que naquela ocasião muitos pilotos tiveram dificuldades relacionadas a aderência, que é um importante elemento para que os carros possam atingir os níveis desejados de temperatura dos pneus e assim lhes permitirem marcar bons tempos de voltas.

Tão logo o cronômetro iniciou a contagem regressiva de 60 minutos, as equipes começaram a ir a pista buscando um melhor ajuste para seus carros. É verdade, já tinham muitas informações obtidas nos treinos livres 1 e 2, ocorridos ontem e que tiveram a liderança de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton, respectivamente, porém, sempre seguidos de muito perto pelo entusiasmado Max Verstappen.

O primeiro piloto a marcar tempo foi o estreante Mick Schumacher, da Haas, filho do heptacampeão Michael Schumacher. Na sequência, seu companheiro de equipe, o contestadíssimo Nikita Mazepin marcou um tempo mais de 2 segundos acima do que Mick, destacando que o jovem russo, como já habitual, saiu da pista e teve seu tempo de volta deletado. Lembrando que este final de semana marca a estreia dos dois pilotos no circuito.

O longevo campeão mundial Kimi Raikkonen foi à pista e em sua primeira tentativa de marcar tempo, mas acabou dando um passeio por fora do asfalto. Naquele momento, com 15 minutos de atividades, o também estreante Yuki Tsunoda levava sua AlphaTauri ao primeiro lugar, sendo logo superado por Raikkonen. Ainda sim, os tempos obtidos estavam longe dos tempos do dia anterior.

Restando 40 minutos de treino, apenas 14 pilotos haviam ido a pista. Enquanto isso, com o melhor tempo até ali, com 1m19s672, Esteban Ocon mostrava que a Alpine encontrou um bom acerto para essa pista. Charles Leclerc e sua Ferrari, que vêm em franca evolução, por pouco não superaram o tempo de Ocon, mas Charles cometeu um pequeno erro em sua volta e acabou ficando a 2 milésimos do tempo do francês.

Os favoritos finalmente foram à pista, com Bottas e Verstappen abrindo voltas rápidas que claramente os levariam a marcar os melhores tempos. Porém, um inusitado virtual safaty car foi acionado para correção de placas publicitárias. Após a manutenção, com o treino chegando à metade, Hamilton marcou uma excelente volta, em 1m18s735, seguido de Pérez, Leclerc, Verstappen e Bottas.

Enquanto isso, na parte de baixo da tabela, a Aston Martin não conseguia mostrar os bons resultados obtidos no ano passado, quando era chamada de Racing Point e sendo acusada de que seus carros seriam cópias da Mercedes do ano de 2019. De fato, as semelhanças eram perturbadoras. Entretanto, neste ano, mesmo seus carros recebendo o apelido de "Mercedes Verdes", na pista o desempenho vem sendo abaixo do esperado. Lance Stroll segue sendo sistematicamente mais rápido do que seu companheiro de equipe, o tetracampeão Sebastian Vettel.

E a McLaren, uma das mais tradicionais equipes do grid, que vem em um processo de recuperação após alguns anos extremamente complicados, não conseguiu repetir as boas performances de GPs anteriores. Ao que tudo indica, as características do carro não são ideais para o circuito de Portimão. Restando 20 minutos para o encerramento do treino, Daniel Riccardo era apenas o 11º colocado e Lando Norris, o 14º.

Fernando Alonso, da Alpine, mostrou boa performance, chegando inclusive a marcar o provisoriamente o 3º melhor tempo, este que seria posteriormente deletado devido a exceder os limites da pista. Mesmo assim, foi um bom indicativo de que para este GP as Alpines deverão ter um bom ritmo.

Restando 10 minutos para o final da sessão, Verstappen liderava com o melhor tempo do final de semana, até ali, com 1m18s489, e que o tornaria o mais veloz da sessão. Na sequência, as duas Mercedes, com Hamilton e Bottas, seguidos da outra Red Bull, de Checo. Estava subentendido que a disputa pela pole position deveria ocorrer entre essas duas equipes e seria acirrada.

 

Resultados

Final de TL3 e como era de se esperar os tempos melhoraram bastante, comparados com aqueles obtidos nos dois treinos de ontem. As equipes tiveram essa última oportunidade de preparar seus carros para o classificatório de logo mais.

Os tempos da terceira sessão de treino livre desta sexta-feira — Foto: Fórmula 1

 

O que vem por aí?

O Zona Mista segue fazendo a cobertura completa do fim de semana, com tudo o que rolar no asfalto no sábado e domingo. Nos siga no Facebook, Twitter e Instagram para não perder absolutamente nada do mundo da Fórmula 1!