últimas notícias

GP da Estíria: confira tudo o que rolou na sexta-feira de treinos livres

  • Verstappen pode ficar com a pole para a corrida; entenda

  • Veja todos os detalhes e resumos das sessões


Por Saulo Bastos, com participação de Valentin Furlan — Spielberg, Áustria


Max Verstappen, durante o 1° Treino Livre, nesta sexta-feira (10) — Foto: Bryn Lennon / Getty Images

Após um movimentado GP da Áustria, que marcou o início da temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1, a categoria retornou às pistas logo na semana seguinte, em uma inédita rodada dupla, onde dois GPs serão disputados em sequência no mesmo Red Bull Ring, trazendo enorme expectativa aos fãs e pilotos, face à tudo o que ocorreu no final de semana anterior, em treinos e na corrida.


O final de semana começou com uma forte ansiedade pelas disputas entre Mercedes e Red Bull, lembrando das duas punições que o piloto Lewis Hamilton sofreu no GP anterior, além da reclamação perante o DAS, ferramenta criada para os carros Mercedes capaz de alterar a angulação das rodas da frente, criando um clima levemente hostil entre os times durante a semana.


A atmosfera também foi influenciada pela notícia do retorno de Fernando Alonso, bicampeão mundial pela Renault, que assinou seu terceiro contrato com a equipe francesa, assumindo o carro de Daniel Ricciardo em 2021, que irá para a McLaren.

+Veja a classificação completa e atualizada do Campeonato Mundial dos pilotos e dos construtores!


+Alonso acerta retorno à Fórmula 1 e será piloto da Renault em 2021; veja os detalhes do acordo



1° TREINO LIVRE



PÉREZ E VERSTAPPEN VÃO BEM E FERRARI DECEPCIONA


A primeira meia-hora de treino foi muito tranquila, com os pilotos fazendo voltas de instalação, só vindo a ter uma agitação quando a Williams de Nicholas Latifi, que ocupava a 17ª colocação acabou engasgando com o motor, causando a primeira bandeira vermelha do final de semana.


A temperatura ambiente estava na casa dos 28º C, indicando que os tempos poderiam ser melhores em relação ao TL1 do GP anterior. E foram! Um inspirado Sergio Pérez, aproveitando o bom momento da equipe Racing Point, marcou o melhor tempo da atividade em 1m04s867, utilizando pneus macios. Em seguida, Max Verstappen cravou sua melhor volta em 1m04s963, apenas 96 milésimos abaixo do tempo do mexicano.


As Mercedes não conseguiram andar na casa dos 1m04s e marcaram os terceiro e quarto tempos, ambos de pneus médios, com Bottas em 1m05s089 e Lewis, 1m05s120, que desde o Qualifying da semana passada, não consegue terminar uma sessão à frente do companheiro de equipe.


Na sequência, tivemos Lance Stroll, mostrando que a Racing Point pretende deixar de ser uma coadjuvante, marcando o quinto tempo da mannhã/tarde austríaca na casa dos 1m05s396, com pneus macios. Após, a segunda RBR, de Albon, com pneus médios, assinalando a sexta volta mais rápida em 1m05s483.


Completaram as 10 primeiras posições: Carlos Sainz Jr. (McLaren) em sétimo, Pierre Gasly (AlphaTauri) em oitavo, Ricciardo (Renault) em nono e Sebastian Vettel (Ferrari) em décimo.


PILOTOS RESERVAS VÃO À PISTA!


A Williams promoveu a estreia do anglo-sul-coreano Jack Aitken, de 24 anos, que assumiu o volante no lugar de George Russel, ficando ao final da sessão na 17ª colocação, duas acima de Latifi. Na Alfa Romeo, Antonio Giovinazzi cedeu lugar ao veterano Robert Kubica, que defendia a Williams na temporada passada, que terminou em uma posição atrás de Aitken, e três atrás de Kimi Räikkönen, o outro piloto da Alfa.

George Russel, da Williams, cedeu carro para o reserva Aitken, durante 1° treino livre — Foto: Williams Racing


LANDO NORRIS PENALIZADO


Lando Norris, da McLaren, que alcançou uma fantástica terceira colocação no GP da Áustria e marcou o décimo quarto tempo neste TL1, recebeu punição por realizar ultrapassagens durante a bandeira amarela por ocasião da pane de Nicholas Latifi . Os comissários anunciaram que o piloto perderá três posições no grid de largada. É uma oportunidade para que o piloto realize uma corrida de recuperação e chegue novamente em uma boa colocação.



HAAS COM PROBLEMAS... DE NOVO!


Com dois abandonos causados por problemas de freio nos carros, a equipe americana novamente teve dores de cabeça por problemas mecânicos. Desta vez, Kevin Magnussen ficou de fora de toda a sessão para serem realizados ajustes na bateria do carro. O dinamarquês conseguiu ir à pista, mas por apenas três voltas. Grande perda para a Haas.


Magnussen permaneceu fora da pista pela maior parte do tempo durante sexta de treinos — Foto: Haas F1 Team


Veja os tempos da primeira sessão do fim de semana em Spielberg:


Melhores tempos de volta do 1° Treino Livre do GP da Estíria — Foto: Fórmula 1


2° TREINO LIVRE



TREINO OU QUALIFYING?


Verstappen marcou o melhor tempo do fim de semana: 1m03s360. Foi seguido de perto por Valtteri Bottas (Mercedes), que mostra mais uma vez o quanto está comprometido com seu objetivo em se tornar campeão mundial, marcando o segundo melhor tempo em 1m03s703, seguido das duas Racing Point, evoluindo em relação aos tempos obtidos na semana passada, com Sergio Pérez marcando 1m03s877 e Lance Stroll, com 1m04s241.


Carlos Sainz levou sua McLaren ao quinto posto, demonstrando o sucesso do trabalho de reconstrução da equipe inglesa, que nos últimos anos teve participações discretas nos campeonatos.


Lewis Hamilton marcou apenas o sexto tempo, quase a 7 décimos do tempo obtido por Max. As demais posições foram completadas por Alexander Albon (RBR), Lando Norris (McLaren), Charles Leclerc (Ferrari) e Esteban Ocon (Renault).


ACIDENTE DE RICCIARDO


O australiano contornava a curva 9 quando perdeu o controle da sua Renault. Seu carro saiu de traseira e atingiu com certa violência a proteção de pneus. Com o impacto, Daniel deixou o bólido mancando e, como medida de segurança prevista no regulamento, foi levado ao centro médico. Após o susto. o piloto afirmou não saber o que de fato aconteceu, lamentando pela equipe, que teria um bom trabalho pela frente na reconstrução de seu carro, além do bom rendimento durante as sessões.


VERSTAPPEN NA POLE?


Com a previsão de chuva forte no sábado (11), existe a possibilidade de o Treino Classificatório não ser realizado. Desse modo os tempos do TL2 poderiam ser considerados para formação do grid de largada. E quem pode ter se dado muito bem foi Max Verstappen, da Red Bull, que marcou o melhor tempo do fim de semana, até aqui. Seria a sua terceira pole-position na Fórmula 1.


Uma vez que o circuito de Spielberg fica em uma região de distante do hospital mais próximo, as sessões de treinos só são liberadas com a condição de que o helicóptero tenha visibilidade de voo para o atendimento em caso de acidentes. A outra hipótese a ser considerada é que o Qualifying seja realizado no domingo de manhã, antes da corrida.



Veja os tempos da segunda sessão do fim de semana em Spielberg:


Melhores tempos de volta do 2° Treino Livre do GP da Estíria — Foto: Fórmula 1

Neste sábado, caso as condições climáticas permitirem, das 07h às 08h acontecerá o 3° Treino Livre e, às 10h, o Treino Oficial, que definirá o grid de largada do segundo GP da temporada 2020. O ZonaMista.net, claro, fará a cobertura completa no site e na página do Facebook. Curta-nos, clicando aqui!