últimas notícias

Em jogo pouco inspirado, Cruzeiro e Botafogo empatam

Equipes ficam apenas no 0 a 0, no Mineirão


Dedé reclamando de pênalti, após chutar perigosamente por cima do gol — Foto: Alexandre Guazanshe/EM/D.A. Press

Foi um jogo extremamente ruim. Mesmo com cada time sendo melhor em um tempo, ninguém conseguiu balançar as redes e o placar ficou zerado até o apito final.


Não foram os melhores primeiros 45 minutos da história do Cruzeiro, longe disso. Mas é bem verdade que, apesar de tamanha falta de criatividade, o clube ainda conseguiu criar algumas chances: David, aos 27', quando recebeu bom passe, mas acabou furando na cara do gol e Dedé, chutando por cima do gol, aos 39'.


Pedro Rocha não conseguiu jogar com a mesma intensidade, comparado ao jogo contra o Atlético-MG — Foto: Alexandre Guazanshe/EM/D.A. Press

Nos últimos 45 minutos, as coisas mudaram um pouco. O Botafogo melhora na partida e toma conta do jogo, prova disso foi o chute perigoso de Bochecha, logo aos 8'. A questão é que não tinha como piorar. Digo, o chute de Gustavo realmente passou perto, mas o Fogão não conseguiu aumentar o ritmo a fim de criar oportunidades que incomodassem o time cruzeirense. A equipe de Barroca foi passiva. Trocava passes sem o intuito de ganhar território, enquanto, do outro lado, o Cruzeiro não fazia a menor questão de avançar as linhas de marcação. Não a toa o time foi vaiado ao final da partida. Resultado justo, em BH.


Apesar do péssimo jogo, ambos os times ganharam posições: o Botafogo subiu para 6º, dentro da zona da pré-Libertadores, enquanto o Cruzeiro conseguiu se safar, por ora, do Z4.



Aqui na Goal, você acompanha toda a cobertura do Brasileirão. Assine gratuitamente nossos emails para não perder nada!