últimas notícias

Em jogão, Arsenal vira para cima do Everton e vence no Emirates

Time dominou o primeiro tempo e segurou o ímpeto do Everton ao fim da partida; acompanhe o pós-jogo ao vivo



Neste domingão de Carnaval, a 'Unidos da Premier League' desfilou na sua tarde de domingo. E que desfile! Com o placar de 3 a 2, o Arsenal bateu o Everton no Emirates Stadium e ganhou posições rumo à Champions na tabela.



Resumão


Foi um jogão. Emocionante do início ao fim, a partida entre Arsenal e Everton foi recheada de gols, tivemos 5! Nas pranchetas, o Arsenal teve que tomar uma postura mais ofensiva ao sofrer gol no primeiro lance da partida e conseguiu dominar o Everton, que também soube assustar, sobretudo na etapa complementar, por intermédio dos contra-ataques e no tudo ou nada, já na reta final da partida. Aubameyang foi o cara da partida, com dois gols. Nketiah também marcou para os Gunners. Calvert-Lewin e Richarlison marcaram para o Everton, no primeiro tempo.


Jogadores celebrando gol de Aubameyang — Foto: Arsenal FC


1° tempo


O Arsenal tentou dominar, se utilizando muito da posse de bola. Isso, no entanto, se deu pelo fato de sofrer o primeiro gol antes mesmo que o ponteiro de segundos completasse a primeira volta, quando David Luiz tentou tirar cruzamento, em falta, de cabeça, aos 47s, e acabou deixando de ombro para Calvert-Lewin completar com um belo voleio.


Calvert-Lewin abrindo o placar, no Emirates, depois de bola mal afastada por David Luiz — Foto: Premier League

Assim, os Gunners se viram obrigados a se mandar para o ataque. As coisas pareciam não ir a lugar nenhum quando Kolasinac saiu com lesão no ombro, dando lugar a Saka, mas mal sabiam os torcedores que esta seria uma mudança crucial na partida. Saiu do próprio Saka o cruzamento para o gol de empate de Nketiah, aos 27', que se encontrou livre entre a zaga dos Toffees.


Livre entre Mina e Holgate, Nketiah empatou para o Arsenal — Foto: Premier League

Mais: cinco minutos depois, David Luiz se recuperou da falha no gol adversário e acertou uma bola em profundidade para Aubameyang, que chutou cruzado para virar.


Auba chutando seco para virar a partida, ignorando pressão do zagueiro Mina — Foto: Premier League

Apesar de domínio do Arsenal, o Everton conseguiu ainda empatar a partida no último lance da etapa inicial, com o brasileiro Richarlison, que recebeu de Mina e desviou para o gol de dentro da pequena área. Sobraram críticas ao goleiro Leno, que acabou não saindo no cruzamento que gerou a jogada fatal.


Richarlison completando para o gol, ao fim do tempo inicial — Foto: Premier League


2° tempo


Se na primeira etapa o Everton abriu cedo o placar, no segundo tempo foi a vez do Arsenal. Auba balançou mais uma vez as redes, mas agora de cabeça, depois de bom cruzamento de Pépé. Foi marcado oficialmente aos 24s.


Sidibé ainda desvio a trajetória da bola ao tentar evitar o segundo gol do — Foto: Premier League

Como esperado, o Everton, mais uma vez atrás no marcador, sai para o jogo afim de buscar o gol que deixaria tudo igual. Com isso, o Arsenal também ganhava campo ao conseguir os contra-golpes. Entretanto, o Everton conseguia ser mais perigoso e assustou os Gunners principalmente com Richarlison e Calvert-Lewin, ambos muito participativos na partida.


Atacante não alcançou cruzamento ao ser marcado por David Luiz — Foto: Premier League

O Arsenal, com a vantagem, diminuía a velocidade da partida, quando com a bola. Neketiah conseguiu ainda acertar a trave, em saída ruim do Everton. Mesmo com André Gomes (que voltava a campo desde a feia fratura no tornozelo direito), Bernard e Moise Kean em campo, a equipe de Merseyside não conseguiu o gol de empate.



Estatísticas




Fala, Auba!


"Foi uma semana difícl e foi difícil hoje encontrar energias no fim da semana. Acho que todos estão jogando bem e dando mais que 100% para ganhar este jogo".


Fala, Arteta!


"A melhor coisa é o espírito que mostramos. Voltar da Europa, tendo duas partidas em sete dias - o modo como reagimos e a maneira como jogamos é exatamente o que quero ver do time".

Arteta celebrando tento neste domingo, no Emirates — Foto: Arsenal FC

Fala, André Gomes!


"Estou muito contente em voltar ao gramado. É muito gostoso. Não foi o resultado que eu queria no meu jogo de volta mas estou feliz por estar à disposição. Preciso agradecer a todo mundo".

André Gomes, em partida contra o Arsenal — Foto: Everton FC


Fala, Ancelotti!


"Acho que foi uma ótima performance ofensiva, tivemos um monte de oportunidades. Defensivamente, fomos ruins. Concedemos três gols e isso é inaceitável. Normalmente, ao fazê-lo, você perde a partida".


E agora?


Com o resultado, o Arsenal sobe para a 9ª colocação, com 37 pontos conquistados, e segue vivo na briga para a vaga pela Liga dos Campeões, uma vez podendo ser conquistada pelo 5° colocado, à medida em que a UEFA baniu o Man City pelas próximas duas temporadas de suas competições europeias. A decisão não é final e não se sabe se, caso confirmada, a vaga realmente vá para o 5° lugar, mas o Arsenal já trabalha com essa possibilidade. O time volta a campo na quinta (27), pela partida de volta da 2ª fase da Liga Europa, no Emirates. Na ida, venceu o Olympiacos por 1 a 0.


Do outro lado, o Everton perde a segunda partida desde que Carlos Ancelotti assumiu a equipe (até então, só havia perdido para o Man City, no Etihad). A equipe que volta a campo apenas no próximo domingo (01), contra o Man Utd, em Liverpool, assume a 11° posição, do Arsenal, antes da partida, com um 36 pontos.


Nketiah e Aubameyang comemorando o gol de empate — Foto: Premier League