últimas notícias

🏁 Em estreia emocionante, Hamilton supera Verstappen e vence o GP do Bahrein; veja toda a história


Momento em que Lewis, seguido de Max, sagrava-se campeão do GP do Bahrein de 2021 — Foto: Getty Images

🏁 Em estreia emocionante, Hamilton supera Verstappen e vence o GP do Bahrein; veja toda a história


Publicado em 27/03/2021, às 13h50

Por Saulo Bastos — Sakhir (BAH)

 

A espera acabou! Começou a 72ª Temporada do Mundial de Fórmula 1. Serão 23 Grandes Prêmios que prometem muita emoção e velocidade! O circo da categoria desembarca, dessa vez, no Bahrein, em Sakhir, somente após quatro meses da realização da etapa do no anterior. Vale lembrar que tradicionalmente o começo da temporada acontece em Melbourne, na Austrália, porém, neste ano, devido à pandemia mundial do novo coronavírus, a FIA optou por trocar as datas dos dois GPs.



 

Grid de largada


O grid de largada pra o GP do Bahrein foi definido neste sábado (27) e trouxe Max Verstappen (Red Bull) na pole position, com 1m28s997, sendo o único piloto a baixar de 1m29s. Em 2°, o heptacampeão mundial Lewis Hamilton, seguido de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas. Clarles Leclerc levou sua Ferrari à 4ª colocação. Pierre Gasly marcou o 5º tempo com sua AlphaTauri. Mas McLaren mostraram que seguem evoluindo e largam em 6°, com Daniel Ricciardo, e 7°, com Lando Norris. Estreando pela Ferrari, Carlos Sainz Jr. anotou a 8ª melhor volta, seguido do bicampeão Fernando Alonso, que mostrou estar em forma nesse seu retorno à categoria, marcando o 9° tempo e Lance Strol fechou o top 10 com a Alpine.



 

Largada


Era grande a expectativa e, na volta de apresentação, a Red Bull de Sergio Pérez simplesmente apagou, obrigando o piloto a encostar na lateral da pista. Os carros chegaram a se alinhar no grid, mas a largada foi abortada. Pérez conseguiu reiniciar seu carro, mas, dessa vez, começaria dos boxes após uma nova volta de formação.


Dada a largada, Max Verstappen manteve a liderança, seguido de Lewis Hamilton. Charles Leclerc conseguiu ultrapassar Valtteri Bottas e assumiu a 3ª posição. Enquanto isso, no final do grid, o esreante Nikita Mazepin perdeu o controle de sua Haas e deu adeus à corrida, causando assim a entrada do primeiro Safety Car da nova temporada.



 

A corrida


Dada a relargada, os seis primeiros mantiveram suas posições. Pierre Gasly, em disputa com Ricciardo pelo 6° lugar, acabou perdendo o bico de sua AlphaTauri, obrigando o piloto a ir prematuramente aos boxes. Assim, a equipe rapidamente modificou a estratégia, trocando também o seu jogo de pneus, substituindo os compostos macios pelos médios. Enquanto isso, na pista, Bottas superava Leclerc e reassumia a 3ª posição.


Na 9ª volta, Norris ultrapassa Leclerc e assume a 4ª posição. Na mesma balada, Lance Stroll ultrapassou Alonso para assumir o 7º lugar. Enquanto isso, Sergio Pérez, que havia largado dos boxes, em último, já aparecia na 12ª posição e se aproximando muito de Raikkonen e Giovinazzi, que vinham fazendo boas corridas com a Alfa Romeo. Quem havia não se encontrado com o carro foi o tetracampeão Sebastian Vettel, que, após 12 voltas, só havia superado na pista as Williams de Russel e Latifi e a Haas de Mick Shumacher.


Na liderança, Verstappen seguia marcando volta mais rápidas em sequência, mas sem conseguir abrir uma grande diferença para Hamilton. E, nos boxes, Norris, Leclerc e Stroll faziam suas paradas, optando pelos pneus médios. Lewis também parou, optando pelos pneus duros, de faixa branca. Ricciardo retornou atrás de Alonso, perdendo assim a sua posição.


Com 15 voltas completadas, Verstappen seguia na pista, acompanhado de Bottas, ambos sem fazer suas paradas nos boxes. Hamilton vinha extremamente veloz, girando cerca de três segundos mais rápido que Max, marcando as melhores voltas da prova. Pérez, que havia trocado seus pneus logo na segunda volta, passou a ocupar a 3ª posição, ante à parada de Bottas nos boxes. Uma corrida realmente muito impressionante por parte do mexicano.


Na 18º volta, a Red Bull chamou Max para sua troca de pneus e, no seu retorno à pista, Lewis Hamilton assumiu pela primeira vez a liderança da prova. Na mesma volta, Bottas ultrapassou Perez para recuperar novamente a terceira posição. Sainz, Alonso e Vettel fazem uma disputa intensa e emocionante pela 8ª posição. Mas na sequência, Pérez, que vinha tendo um desempenho muito consistente, chegou no pelotão e superou Vettel e Alonso. Seria uma questão de tempo para que o mexicano superasse Carlos Sainz.


Com 27 voltas completadas, o mexicano da RBR partiu para o ataque a Stroll e, com maestria, assumiu a 7ª posição. O próximo alvo de Checo seria Daniel Ricciardo e, um pouco mais à frente, Charles Leclerc. Lando Norris seguia tranquilo no 4° lugar, sem condições de ameaçar Bottas, mas sem ser ameaçado.


Lewis Hamilton realizou sua segunda parada na 29ª volta, optando novamente pelos compostos duros. Seria a tentativa de marcar voltas rápidas para reassumir a liderança, após a parada de Verstappen. Stroll e Bottas também realizaram a segunda parada, entretanto, a Mercedes se atrapalhou na troca do finlandês, fazendo o mesmo perder 10 segundos preciosos.


Na 33ª volta Alonso foi obrigado a abandonar a prova devido a problemas de freios em sua Alpine. Enquanto isso, Leclerc, Ricciardo e Norris realizavam a segunda parada, todos passando a utilizar os pneus de composto duro. Naquele momento, as colocações eram: Versttapen em 1°, Hamilton em 2°, e Bottas atrás. Pérez vinha em uma ótima 4ª posição, porém deveria realizar mais uma parada. Sainz fazia uma bela prova com sua Ferrari e ocupava a 5ª posição. Na sequência, Norris, Leclerc, Ricciardo, Stroll e, em 10°, lugar um surpreendente George Russell, com sua limitada Williams.


Na 43ª volta, a corrida segui indefinida. Max já havia realizado sua parada e partia com vontade para cima de Hamilton. Bottas estava tranquilo na 3ª posição e não tinha nada a fazer.


A prova se aproximava do final e seguia indefinida. Entretanto, Max Verstappen vinha muito próximo de Lewis Hamilton, baixando a diferença volta após volta e com pneus muito mais conservados. Era a disputa espetacular pela 1ª posição. Enquanto isso, somente um imprevisto tirariam Bottas e Norris de suas posições, respectivamente em 3º e 4º.


A 3 voltas do final, Verstappen conseguiu baixar a diferença pra menos de um segundo, lhe permitindo usar o DRS (asa móvel) e, assim, conseguindo a ultrapassagem sobre o Lewis Hamilton, entretanto, por fora da pista, obrigando Max a devolver a posição a Lewis.


No último suspiro, na volta final, Max atacou Lewis de todas as maneiras possíveis. Hamilton se defendeu como pôde e, mesmo com a asa aberta, com meio segundo de diferença, o inglês mostra porque é heptacampeão mundial e alcançou sua 96ª vitória. Uma corrida espetacular, muito valorizada pela equipe Mercedes, que comemorou com muita alegria o excelente trabalho da equipe no GP.


Inglês venceu a primeira etapa da temporada — Foto: Getty Images

 

Resultado


Caros amigos do ZonaMista.net, que corrida! Uma prova movimentada, com uma grande atuação de diversos pilotos, em disputas limpas e justas, que nos brindaram com um grande espetáculo. Desse modo, o resultado final do GP do Barhein foi o seguinte:


Posições finais do GP do Bahrein — Foto: Fórmula 1

 

E agora?


Após essa incrível prova de abertura do Mundial de Fórmula 1, nosso próximo encontro acontecerá apenas no dia 18 de abril, para o Grande Prêmio de Emília Romagna, no circuito de Ímola, na Itália.



Assim como em todos os treinos livres, classificatórios e corridas, o ZonaMista.net acompanhará todas as emoções, levando para o fã da Fórmula as últimas notícias em tempo real e análises a fundo exclusivas.