últimas notícias

Bruno Henrique brilha e Flamengo bate Corinthians

Atualizado: 6 de nov. de 2019

Jogador marcou três vezes em atropelo sobre o Corinthians


Elenco do Fla comemorando um dos gols sobre o Corinthians — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Resumão


Levando em conta que um corpo, inicialmente em repouso, parta da origem de uma trajetória com aceleração constante a=2m/s², qual a velocidade máxima atingida por Bruno Henrique nesta temporada? Independente da exatidão de seus cálculos, o certo é que tamanha distância sobre os zagueiros nas arrancadas pode ser comparada com a vantagem flamenguista frente aos rivais na tabela do campeonato: enorme. Com grandes atuações coletivas, ainda assim nota-se o destaque de algumas peças individualmente, como foi o caso do já citado camisa 27 do Flamengo, anotando o "hat-trick" que garantiu sua grande participação na vitória do time da casa, por 4 a 1. No lado do Corinthians, pôde ser vista uma leve melhora tática em comparação à do jogo anterior, na derrota diante do CSA por 2 a 1, porém apenas em alguns pequenos momentos no decorrer do jogo todo. Após o terceiro gol sofrido, o técnico Fábio Carille demonstrou-se muito abatido e sem reação imediata. Tal fisionomia foi notada até o fim do jogo, combinando com as recentes atuações apáticas da equipe corintiana. Esse foi o jogo que culminou na demissão de Carille do comando técnico da equipe do Corinthians.



Primeiro tempo


Durante os primeiros 7 minutos da etapa inicial, o Flamengo demonstrou grande intensidade, como de costume. Em contrapartida, o Corinthians protagonizou algumas fugas em direção ao campo de ataque, que passaram a ser constantes e dominantes até os 18 minutos, inclusive chegando com perigo em cabeçada de Gustavo e chute de Ramiro. A partir daí, o time rubro-negro passou a ter domínio da posse de bola, rondando a área alvinegra sem criar grande perigo, porém ensaiando alguns momentos de pressão. Aos 42 minutos, em lançamento de Everton Ribeiro, De Arrascaeta disputa a bola com Cássio, que chega atrasado e comete pênalti, convertido por Bruno Henrique no rebote da cobrança desperdiçada por ele mesmo. Quando o primeiro tempo parecia estar chegando ao fim, a vantagem foi ampliada: segundo gol do Flamengo, segundo gol de Bruno Henrique, contando com ótimo lançamento de Gerson e categoria do atacante, tocando por cobertura na saída de Cássio, aos 47'.

Bruno Henrique marcou duas vezes ao final da etapa inicial — Foto: Maga Jr/O Fotografico/Gazeta Press


Segundo tempo


A etapa final começou eletrizante. Com 20 segundos após o apito do juiz, Bruno Henrique marcou seu terceiro gol no jogo, consolidando seu "hat-trick" na partida. 6 minutos depois, foi a vez do Timão chegar ao primeiro gol, com toque de cabeça de Mateus Vital por baixo das perna do goleiro Diego Alves. 3 a 1. A partir daí, o Corinthians tentou passar a ter maior controle do jogo, porém sem muito sucesso: aos 21', Vitinho recebe passe de Arão, avança pela intermediária e manda um balaço cruzado, na gaveta. O belo gol do camisa 11 deu fim às mudanças de placar do jogo, fechando em 4 a 1 a favor do Mengão. Mesmo ainda faltando 24 minutos para o fim do segundo tempo, a equipe corintiana não teve forças para reverter tal placar.



E agora?


A distância entre o líder Flamengo e o vice-líder Palmeiras, que antes das 16h era de 5 pontos, voltou a crescer para 8 (atingindo os 71 pontos), tendo em vista o triunfo rubro-negro da tarde deste domingo (03). Parece cada vez mais difícil frear o crescimento do time de Jorge Jesus, que já tem uma mão na taça. Do lado alvinegro, o time completa o oitavo jogo sem vencer, amargando a sétima colocação e podendo ser ultrapassado com uma vitória do Athletico-PR, que joga em casa contra o CSA. Os times voltam a campo quarta e quinta-feira, com Corinthians x Fortaleza e Botafogo x Flamengo, respectivamente.

Jorge Jesus conversando com Vitinho — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF